Hospital da Mulher incrementa ações que contemplam adolescentes grávidas da região

As mulheres constituem hoje mais da metade da população brasileira e são as principais usuárias do sistema público de saúde. A despeito disso, nem sempre conseguem o apoio necessário para cuidar da própria saúde. As adolescentes grávidas fazem parte desse contingente que normalmente fica à margem do atendimento na rede pública, pelo fato de a gravidez acontecer precocemente, muitas vezes sem planejamento e também por não fazerem parte da população economicamente ativa no país, o que pode gerar ônus ao sistema. Mas um trabalho de atenção a esse público é ofertado com excelência na Unicamp e tem gerado ações para que esse quadro seja superado e auxilie no desenvolvimento das potencialidades dessas adolescentes.

O Hospital da Mulher - Caism faz um atendimento especializado a essas grávidas no Ambulatório de Pré-Natal de Adolescentes (PNA), em iniciativa pioneira no país, e um grupo de profissionais do PNA, ao prestar essa atenção, tem se envolvido em atividades que incluem a criação de um grupo aberto para orientar essas meninas sobre direitos humanos e reprodutivos, além de pesquisas para embasar o conhecimento sobre esse público.

A docente da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) Fernanda Surita conta que essa ação no cuidado com as adolescentes gestantes e puérperas (mulheres que acabaram de ter seus filhos) é um braço do grupo de pesquisa Saúde Reprodutiva e Hábitos Saudáveis (Sarhas), que ela coordena. Segundo a professora, o Sarhas nasceu pensando em cuidar da saúde da mulher e olhá-la para além do binômio saúde-doença. Com as adolescentes, ele visa abordar prevenção de outra gravidez, discutir relações familiares, saúde mental, nutrição, exercícios, bem como questões próprias do período.

Saiba mais no portal de notícias da Unicamp: https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2018/08/20/hospital-da-mulher-incrementa-acoes-que-contemplam-adolescentes-gravidas-da

Copyright © 2018 - CAISM/UNICAMP - Todos Direitos Reservados.