Estágios - Serviço Social

Estágios não remunerados - CAISM
Resolução GR- 3- de 8-1-2003

Programa de Estágio para Alunos do Curso de Graduação em Serviço Social

Introdução
O CAISM constitui-se numa unidade hospitalar que presta assistência médica especializada à mulher, e que tem como filosofia o atendimento dos diversos aspectos que permeiam sua saúde física, emocional e social.

Tendo em vista que desde 1989 o Serviço de Serviço Social do CAISM tem sido campo de estágio para estudantes de Serviço Social, através de entendimento com faculdades de Campinas e região e com a constituição da comissão de estágio do CAISM pelas Portarias Internas nos. 059/97, 032/98 e 049/98 para regulamentação de estágios, sentimos a necessidade de formular em Programa de Estágio para o serviço.

Justificativa
O Programa de Estágio do Curso de Serviço Social na Instituição CAISM tem como finalidade oferecer um espaço instituicional para inserção dos avanços do ensino em Serviço Social com a prática profissional desenvolvida pelo campo de estágio. Além de propiciar o treinamento profissional gradativo de aprendizagem dentro do processo teoria e prática.

Objetivo Geral
Estabelece o CAISM seja um espaço institucional que venha contribuir para a formação profissional em Serviço Social, especificamente na área de saúde.

Objetivos Específicos
- Contribuir e fornecer subsídios para os conhecimentos de políticas gerais de saúde e política de atenção à saúde da mulher;
- Proporcionar a realização de uma prática específica numa unidade hospitalar voltada ao atendimento à mulher;
- Contribuir no processo de reflexão profissional, enfatizando o compromisso com a população e instituição em seus aspectos técnicos e éticos;
- Propiciar a percepção dos limites e possibilidades do Serviço Social numa unidade hospitalar;
- Fornecer subsídios da prática social para correlação da teoria X prática;
- Garantir que ocorra a troca de experiências entre estagiários e equipe multiprofissional, refletindo teoria/prática numa relação aberta de aprendizado.

Operacionalização (Atividades do Estagiário)
Serão recebidos alunos a partir do 2o. ano de graduação em Serviço Social.

As atividades nesta primeira fase do estágio constarão de observação participante da atuação do profissional de Serviço Social na área em que ocorrerá o estágio.

Isso permitirá conhecimento sensível da realidade social, explicitando questões sociais relacionadas à saúde como direitos de cidadania e compreensão gradativa das diferentes práticas profissionais.

O estágio de observação participante deverá oferecer, ainda, oportunidade de inserção do aluno no campo de estágio de forma que tenha amplo conhecimento das rotinas, políticas sociais de saúde, documentação e do Serviço Social como parte integrante de uma equipe multiprofissional.

Já nesta fase o aluno deverá conhecer os recursos sociais e regionais que viabilizem a complementação da atuação oferecida pela instituição, e será estimulado a participar de aulas, seminários relacionados à área de atuação. Os alunos de 3o. e 4o. anos, iniciarão a atuação supervisionada, que se dará, frente a usuária, família e/ou colaterais da área em que o estagiário estiver inserido.

Dentro desta prática, terá oportunidade de participar de planejamento, execução e avaliação das atividades, projetos de pesquisa, discussão de casos com equipe multiprofissional, viabilização de recursos, etc..

A prática do aluno terá como referencial básico a ação educativa e o apoio psico-social através de abordagem individual e grupal.

Na abordagem individual utilizará de entrevistas e contatos com usuários,familiares e/ou colaterais, com objetivo de estabelecer um processo reflexivo acerca das situações vivenciadas com os usuários.

A abordagem grupal tem caráter educativo e visa a troca de experiência entre as usuárias e poderá ser também uma intervenção multiprofissional.

Áreas de Atuação
Ginecologia, Obstetrícia, Neonatologia, Oncologia e Seção de Apoio Médico Social.

Profissionais Responsáveis
CRESS - ASSISTENTES SOCIAIS
13560 - CARMEN SILVIA MENDONÇA
15012 - DALVA ROSSI
15728 - DENISE APARECIDA BATTIBUGLI
17379 - ELAINE APARECIDA DE CARVALHO SALCEDO
15673 - LÚCIA DE LOURDES FERREIRA DA COSTA
20133 - MARIA ESTELA FURLAN
24991 - MARIA HELOISA R.R. GENGHINI
11141 - MARILENE COLODO
28599 - SILVANIA ALVES SANTOS

Duração do Programa

Número de Vagas
O estágio terá duração de 01 ano e as vagas serão solicitadas a cada ano.

Como o estágio é parte integrante e obrigatório do curso de Serviço Social, será exigido a carga horária determinada pela Faculdade de Serviço Social porém condicionada a uma prática profissional de qualidade, objetivo do campo de estágio.

Recursos - Facilidades:
A equipe de Serviço Social conta com 18 assistentes sociais, 04 Auxiliares de Assistência Social, 02 secretárias e 01 patrulheiro.

Cada setor conta com uma sala para atendimento social, com materiais necessários ao expediente. Contamos ainda com alguns recursos institucionais para atuação, como passes urbanos, alguns medicamentos e doações (enxovais, cestas básicas e outros).

Avaliação
O estágio será avaliado sistematicamente pelos agentes envolvidos na prática profissional e informalmente no dia-a dia.

A articulação com a Faculdade de Serviço Social, ocorrerá através de reuniões periódicas solicitadas por qualquer uma das partes, visando uma aproximação maior entre campo de estágio e a instituição de ensino, visando maior integração entre teoria e prática.

Bibliografia

- Serviço Social na Saúde
- Folheto - Serviço de Serviço Social CAISM/UNICAMP.
- LUCON, Regina Célia; PEREIRA, Francisca Izabel Maciel; FRESTON, Yolanda Maria Braga. - A contribuição do estagiário na execução do Programa de Serviço Social junto a unidade de Neonatologia do CAISM/UNICAMP. 1990 ·
- Manual da Vida Acadêmica - Puccamp - Faculdade de Serviço social, 1996.
- Comunicado no. 001/98 da Comissão de Estágios CAISM/UNICAMP.
- Portaria GR de 18/09/90 - Procuradoria Geral da UNICAMP.