Institucional

O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher – CAISM, nasceu de uma proposta de docentes da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, particularmente do Departamento de Tocoginecologia. Idealizado para ser o “Hospital da Mulher” da Unicamp, foi inaugurado em março de 1986 e hoje é referência regional em complexidade terciária e quaternária na assistência à saúde da mulher e do recém-nascido, inclusive para casos de emergência. Pelo pioneirismo regional se consolidou como referência nacional para o tratamento de câncer ginecológico e mamário.

Atendendo exclusivamente através do SUS, constitui-se num hospital que presta assistência multiprofissional e interdisciplinar, além de promover o ensino, a pesquisa e a extensão. Instalado no complexo hospitalar da área de saúde da Unicamp é formado por um conjunto de oito prédios, que totalizam cerca de 15 mil m² de área construída.

Considerado a maior unidade hospitalar de atenção à saúde da mulher do interior do Estado de São Paulo, o CAISM dispõe de 142 leitos distribuídos entre as sub-especialidades da Obstetrícia, Neonatologia, Ginecologia, Oncologia Ginecológica e Mastologia, por onde já passaram mais de 1,5 milhão de pacientes. O hospital conta ainda com uma Seção de Apoio Social, estruturada para oferecer alojamento as pacientes com dificuldades em manter o tratamento ambulatorial ou que necessitem estar próximas dos seus filhos recém-nascidos em tratamento intensivo na neonatologia.

Convênios com o Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, Organização Panamericana de Saúde e OMS possibilitaram à instituição democratizar o acesso a essa medicina de alta complexidade.

O CAISM possui um quadro de pessoal com cerca de 1.200 funcionários e atende uma média de 250 partos e 7.000 consultas ambulatoriais por mês, entre outros procedimentos. Por sua excelência em atividades de assistência, ensino e pesquisa conquistou títulos importantes como Hospital Amigo da Criança – HAC, em 2003. Em 2004 foi recertificado pelo Ministério da Saúde e da Educação como hospital de ensino e atualmente integra a Rede Nacional de Hospitais Sentinela do Ministério da Saúde.

Pelo terceiro ano consecutivo (2009, 2010 e 2011) o CAISM conquistou uma posição entre as três melhores maternidades públicas do Estado, na pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo com o ranking dos 10 melhores hospitais públicos, das cinco melhores maternidades públicas e das cinco melhores farmácias públicas de medicamentos especializados do Estado.

2009

O CAISM conquistou a primeira posição entre as melhores maternidades públicas do Estado, na pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo com o ranking das 5 melhores maternidades públicas no Estado de São Paulo.

Ranking das 5 melhores maternidades públicas do Estado, eleitas pelos usuários do SUS/SP

1º Hospital da Mulher/Caism (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) Campinas – média geral 8,904
Hospital Universitário: São Paulo – média geral 8,843
Hospital Estadual de Vila Alpina: São Paulo – média geral 8,800
Hospital Santa Marcelina: São Paulo – média geral 8,717
Hospital Geral de Pedreira: São Paulo – média geral 8,714

2010

O CAISM conquistou a quarta posição entre as melhores maternidades públicas do Estado, na pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo com o ranking dos 10 melhores hospitais públicos, das cinco melhores maternidades públicas e das cinco melhores farmácias públicas de medicamentos especializados do Estado.

Ranking das 10 melhores maternidades públicas do Estado, eleitas pelos usuários do SUS/SP

ESTABELECIMENTO MUNICÍPIO MÉDIA GERAL
1º Hospital Santa Marcelina São Paulo 9,126
2º Hospital Geral de Itapecerica da Serra Itapecerica da Serra 9,025
3º Hospital Estadual de Vila Alpina São Paulo 9,016
4º Caism (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) Campinas 9,012
Hospital Regional de Cotia Cotia 8,982
Hospital São Francisco de Assis Jacareí 8,977
Hospital Geral de Itaquaquecetuba Itaquaquecetuba 8,936
Hospital das Clínicas Ribeirão Preto 8,934
Hospital Geral de Guarulhos Guarulhos 8,933
Hospital Estadual de Sumaré Ibitinga 8,930

2011

O CAISM conquistou a terceira posição entre as três melhores maternidades públicas do Estado, na pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo com o ranking dos 10 melhores hospitais públicos, das cinco melhores maternidades públicas e das cinco melhores farmácias públicas de medicamentos especializados do Estado.

Ranking das 10 melhores maternidades públicas do Estado, eleitas pelos usuários do SUS/SP

1º - Hospital de Base de São José do Rio Preto – 9,210
2º - Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto – 9,162
3º - Caism/Hospital da Mulher – 9,131
4º - Hospital Estadual de Sapopemba (São Paulo) – 9,027
5º - Hospital das Clínicas de Botucatu – 9,004
6º - Santa Casa de Jaú – 8,998
7º - Hospital Estadual de Vila Alpina (São Paulo) – 8,950
8º - Hospital Municipal de Vila Nova Cachoeirinha (São Paulo) – 8,853
9º - Santa Casa de Franca – 8,815
10º - Hospital Municipal de Barueri “Dr. Francisco Moran” – 8,781

Copyright © 2017 - CAISM/UNICAMP - Todos Direitos Reservados.